Deputado Nininho e prefeito Chico Gamba anunciam estudos para construção de centro de tratamento renal em Alta Floresta

 

Aquele que tem um familiar ou amigo com insuficiência renal conhece muito bem as dificuldades que um paciente que necessita de hemodiálise enfrenta todos os dias. E a situação piora para quem mora longe de uma Clínica de Tratamento Renal (CTR). O paciente de Alta Floresta, por exemplo, precisa se deslocar três vezes por semana até Sinop, distante 315 quilômetros, uma viagem de cerca de quatro horas.

Solidário com essas pessoas, o deputado Ondanir Bortolini – Nininho (PSD) é parceiro numa iniciativa que pretende construir e equipar um CTR em Alta Floresta. O embrião do projeto foi apresentado ao parlamentar nesta quarta-feira (27.04) pelo prefeito Chico Gamba, o nefrologista Vitor Oliveira – autor da iniciativa – e o arquiteto Pedro Portocarrero. Também participaram da reunião os assessores Renato Villaça e Anélio Mazzocco.

A construção do prédio vai exigir, inicialmente, cerca de R$ 2 milhões. “Já estou trabalhando para buscar os recursos necessários junto ao governo federal, através dos meus parceiros deputado federal Neri Geller e senador Carlos Fávaro”, relata Nininho.  “É uma clínica com capacidade para atender até 66 pacientes com insuficiência renal. Cada um deles merece atenção, conforto e acesso facilitado ao tratamento’, reforça o deputado.

O prefeito Chico Gamba, que é presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Tapajós, que atende Alta Floresta e outros cinco municípios da região, já se prontificou a doar o terreno. “É um projeto ainda na fase de estudos. A ideia é promover o atendimento através do consórcio para Alta Floresta e todos os municípios da região, Nova Monte Verde, Apiacás, Carlinda, Paranaita e Nova Bandeirantes”, explica o gestor municipal.

Após a conclusão do projeto, o deputado Nininho encaminhará o documento ao deputado federal Neri Geller e ao senador Carlos Fávaro, que ficarão com a missão de conquistar os recursos da União através de emendas parlamentares. “Temos uma expectativa muito grande e vamos trabalhar para que os recursos sejam liberados ainda este ano”, pontua Nininho.

Related Posts

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *