Biografia

Deputado Estadual Nininho

O deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, é conhecido por todos os mato-grossenses pela simplicidade e trabalhos prestados no Estado. Mato-grossense de coração, Nininho nasceu em Santo Antônio do Sudoeste (PR) em 01 de novembro de 1958. Mudou-se para Itiquira nos anos 70 e, atualmente, reside em Rondonópolis com a família. Casado com Marivete Pressoto Bortolini (Dona Mari), com quem tem três filhos. Nininho é um homem de família do campo, que carrega com orgulho tudo o que aprendeu com seus pais.

A carreira política do parlamentar iniciou em Mato Grosso. Antes de se filiar no Partido Social Democrático (PSD) em março de 2016, Nininho foi filiado no partido Democratas (DEM), Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido da República (PR). Em 1992 foi eleito prefeito de Itiquira para a gestão (1993/1996), município da região sul do Estado localizado a 359 km de Cuiabá.

Posteriormente, assumiu na gestão 2001/2004 e fora reeleito para o mandato de 2005/2008. A população de Itiquira e região ainda recordam a atuação e os serviços prestados à comunidade, não apenas enquanto político, mas como cidadão.
Nininho procura estar sempre perto da população, tem uma agenda movimentada e dentro do possível atende todos que chegam a seu gabinete. O parlamentar trabalha pelo bem-estar da população priorizando as áreas da Saúde; Educação, Esporte e Lazer; Infraestutura; e Assistência Social.

A qualidade de vida dos mato-grossenses melhorou com as ações e investimentos nas áreas de infraestrutura. As indicações do deputado para o poder executivo já beneficiaram mais de 70 municípios, em diferentes áreas.
Nininho está no terceiro mandato como o segundo deputado estadual mais votado com 37.501. O deputado municipalista como ficou conhecido, tem em sua marca o trabalho e, está disposto a seguir sua missão contribuindo com o desenvolvimento do estado de Mato Grosso.

Em 2016 o parlamentar presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos, encerrada em dezembro de 2016, graças aos trabalhos da comissão mais de 6 plantas frigoríficas foram reativadas no Estado; além da CPI dos Frigoríficos, atuou como presidente da Comissão de Agropecuária, Desenvolvimento Florestal, Agrário e Regularização Fundiária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (2018-2019); também presidiu a Comissão de Revisão Territorial dos Municípios e das Cidades de 2016-2018, foi reconduzido ao cargo em 2019, e recentemente foi eleito presidente da Comissão por mais um biênio, é relator da mineração na CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal e membro titular da Comissão de Infraestrutura e Logística Vale destacar que como municipalista legítimo, o parlamentar foi Presidente de Honra da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) por três biênios.