Home / Destaque / Transparência – Sistema de Gestão Integrada será implantado na ALMT

Transparência – Sistema de Gestão Integrada será implantado na ALMT

Na última terça-feira (19), o secretário geral da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Tschales Franciel Tschá, se reuniu com os secretários da Casa de Leis para conhecer o Sistema de Gestão Integrada e discutir os últimos detalhes para sua implantação, na ocasião os representantes das secretarias expuseram as necessidades de cada setor. Também houve uma breve demonstração das principais funções do sistema.

O sistema tem como principal objetivo a transparência de todos os processos que tramitam na Casa. Cada documento terá um número de protocolo, com este número o usuário terá acesso ao andamento do processo, exceto aqueles registrados como sigilosos- neste caso, somente o presidente, o primeiro-secretário, a Procuradoria e os envolvidos terão acesso.

De acordo com o primeiro-secretário, deputado estadual Ondanir Bortolini (PR)- Nininho, por várias vezes a Casa tentou implantar esse sistema e o projeto nunca foi concretizado. “A implantação desse sistema irá mudar para melhor a organização dos papéis que tramitam na Assembleia Legislativa e permitirá o acesso de todos. Tornar os trabalhos cada dia mais transparentes é o objetivo da atual gestão da Mesa Diretora”, ressaltou deputado Nininho.

O protocolo será para documentos internos e externos. Os documentos externos serão protocolados diretamente nos setores de destino. “A princípio, o sistema não atenderá os gabinetes, mas acreditamos que até o final de março a Casa esteja 100% com o sistema instalado. Primeiramente vamos observar o funcionamento nas secretarias e aos poucos serão feitos os ajustes necessários e as ampliações”, explicou o secretário, Tschales Franciel.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Guilherme Maluf, afirmou que o Parlamento está dando um grande passo. “Vivemos em um tempo moderno, quanto menos papéis menos riscos de perda de documentos importantes e mais segurança. A tramitação física não tem a mesma segurança que a online, estando tudo gerado em um sistema todos podem visualizar e acompanhar de maneira transparente”, explicou Maluf.

De acordo com o secretário de Administração e Patrimônio da Assembleia, Francisco Xavier da Cunha Filho, os treinamentos para a utilização do sistema já estão acontecendo desde o início das atividades da Assembleia neste ano, estamos dividindo em grupos de oito pessoas, com a duração de duas horas cada turma. “Através de memorando solicitamos às secretarias que encaminhassem os funcionários que irão receber o treinamento, assim conseguimos organizar e treinar todos os setores”, explicou Francisco.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*